Cão atropelado e deixado para morrer é resgatado e precisa de um lar


Na noite da quarta-feira (03), a Brigada Militar foi até a rua Duque de Caxias, para atender uma ocorrência de maus tratos, onde um cão foi atropelado e o condutor fugiu do local. O chamado para a BM não foi para a pessoa que atropelou, pois nem o carro foi identificado, mas sim para o dono do cão que disse não ser seu e após não conseguir argumentar sobre o fato, fugiu de casa, sabendo que a BM estava a caminho.

Nas redes sociais muitas pessoas criticaram o vídeo feito pelo Sentinela, que de moto conseguiu chegar meia hora após o acidente. Retornamos a noite e ninguém sequer havia ido ao local, apenas os vizinhos se dedicaram a ficar próximo, mas não puderam fazer muito, pois era na coluna a dor do cão que não conseguia se mexer.

Por volta das 20h, em contato com a veterinária Raiza Chemeris, da Climvet, a santanense Sabrina Bisso, confirmou que a profissional aguardava o cão quando ele fosse levado para a Clínica Veterinária. Com ajuda de um vizinho, a equipe do Sentinela, desta vez, de carro, conseguiu levar o mesmo até a veterinária, onde foi atendido e ficará pelo menos uma semana, em observação e tratamento, pois tem uma lesão cervical leve.

Em 3 dias, já foi gasto R$342, sendo que do qual R$70 são de doações.

O próximo passo é fazer um raio X, pois ele não está caminhando. Aguardamos também um lar para o cão, pois no apartamento, onde também é a base do Sentinela, já são 5 cães.

COMO AJUDAR?​

Qualquer quantia para ajudar o cão pode ser entregue na Base do Sentinela, av. Tamandaré 974, AP 1, ou através da conta do Sentinela:

Agência: 0035-3

CC: 54410-8

Ralph P. Quevedo e Cia LTDA


101 visualizações

© Copyright 2019 Sentinela 24h. Desenvolvido por Gath Soluções