Sem Damião e à espera de Guerrero, Inter busca reposição para o ataque


Após uma série de reuniões nas últimas duas semanas, o Inter encerrou as negociações para renovar o contrato com Leandro Damião sem desfecho positivo. A diretoria insistiu e até extrapolou seu limite financeiro para manter o centroavante, mas uma proposta "irrecusável" de um clube do Japão pôs fim às expectativas de permanência.

Sem acordo, os dirigentes colorados dirigem seus esforços para buscar uma reposição ao seu camisa 9. Mas a posição não é a prioridade do clube ao vasculhar o mercado por reforços – em abril, Paolo Guerreropoderá retornar aos gramados devido à suspensão por doping.

O diagnóstico interno é de que o setor do meio-campo é o mais carente do plantel, com necessidade de peças de reposição para Rodrigo Dourado – em especial, no caso de uma venda do capitão – e Edenílson.

Mesmo sem ser o alvo mais "urgente", a busca por um centroavante se intensificará a partir de agora. A diretoria colorada já trabalhava com Luiz Adriano como nome dos sonhos antes mesmo da proposta nipônica, quando ainda imperava a confiança na renovação com Leandro Damião.

Mas um acordo com o centroavante do Spartak Moscou soa cada vez mais improvável. Em um vídeo publicado pelo clube russo nesta terça-feira, o atacante revelado pelo Inter diz que não conversa com nenhuma outra equipe e garante sua permanência para cumprir o restante de seu contrato – até julho de 2020.

Conforme apurado pelo GloboEsporte.com, o Inter cogita a possibilidade da contratação por empréstimo por uma temporada, condicionada à ampliação de contrato de Luiz Adriano com o clube russo por mais um ano. O protagonismo do atacante no Spartak e o salário anual de 4,5 milhões de euros (superior a R$ 1,6 milhão por mês) praticamente inviabilizam a liberação.

Os demais alvos são mantidos em sigilo pela diretoria colorada. Antes de ser seduzido pela proposta do Japão, Damião recusou o interesse de outros clubes para seguir no Inter. Uma equipe da Espanha até balançou o centroavante. Mas apenas a sinalização que "foge dos parâmetros" do futebol brasileiro foi capaz de convencê-lo a deixar o clube.

Clube espera Guerrero; veja opções no elenco

A situação legal de Paolo Guerrero também faz o clube olhar com mais "carinho" para a posição. Punido por doping, o centroavante só será liberado para atuar em 23 de abril, já na reta final da fase de grupos da Libertadores. Mas há esperança. O peruano aguarda um julgamento ainda em dezembro para saber se sua punição de um total de 14 meses poderá ser reduzida.

Ainda sem a principal contratação da temporada, o Inter tem Jonatan Alvez como alternativa para a referência do ataque em seu elenco – William Pottker também pode fazer a função, assim como Nico López, mas com características diferentes. Há ainda o caso de Pedro Lucas, centroavante do time sub-23, que iniciará a pré-temporada integrado ao elenco principal. Brenner é outro que figura no plantel, mas perdeu espaço – atualmente disputa a Copa RS sub-20.

Fonte: Globoesporte.com


10 visualizações

© Copyright 2019 Sentinela 24h. Desenvolvido por Gath Soluções