Na reestreia de Jardine, São Paulo fica no empate com o Grêmio no Morumbi


RESUMÃO

EMPATE ENTRE TRICOLORES

São Paulo e Grêmio empataram em 1 a 1 na noite desta quinta-feira, no Morumbi, pela 34ª rodada do Campeonato Brasileiro. Foi a reestreia de André Jardine no comando do Tricolor paulista, em sua terceira passagem como técnico interino, agora em substituição a Diego Aguirre, demitido no último domingo. Para o Grêmio de Renato Gaúcho, o resultado poderia ter sido melhor, já que saiu na frente com Everton Cebolinha, mas acabou cedendo empate em gol contra de Michel, quando tinha amplo domínio da partida.

COMO FICA?

Com o resultado, os dois times vão a 59 pontos, mas o Grêmio leva vantagem por ter uma vitória a mais (16 a 15), ficando na quarta colocação. Lembrando: só os quatro primeiros classificam direto para a fase de grupos da Libertadores.

O QUE VEM POR AÍ

Os dois times voltam a jogar no domingo, ambos como mandante, às 19h: o São Paulo recebe o Cruzeiro no Morumbi, e o Grêmio pega a Chapecoense em Porto Alegre.

OS GOLS DO JOGO

Everton Cebolinha abriu o placar para o Grêmio aos 11 minutos do segundo tempo, após ótima jogada de Madson pela direita. O empate do São Paulo veio aos 27, numa infelicidade do volante Michel, que jogou a maior parte da partida improvisado na zaga, ao lado de Geromel, já que Renato Gaúcho perdeu Paulo Miranda (machucado) e já não tinha Kannemann (na seleção argentina), além de Bressan (afastado). Ele até fazia boa partida, mas teve uma pane aos 28 minutos do segundo tempo, cabeceando para o próprio gol um cruzamento do são-paulino Everton.

PRIMEIRO TEMPO

O São Paulo dominou os primeiros 15 minutos, com mais posse e mais finalizações, sendo a primeira de Helinho, logo no primeiro minuto. O Grêmio demorou a se organizar e ainda perdeu Paulo Miranda, machucado – o volante Matheus Henrique entrou, e Michel foi improvisado no setor. O jogo ficou mais equilibrado, com muita disputa pelo meio e eventuais chegadas de lado a lado, mas sem grande perigo. Everton (o do Grêmio) ameaçou com chute cruzado aos 46. Jean caiu bem para defender.

SEGUNDO TEMPO

O Grêmio voltou muito melhor na etapa final. Criou uma chance clara em contra-ataque aos 7 e abriu o placar aos 11, com Everton, de cabeça, completando cruzamento de Madson. A partir daí, parte da torcida são-paulina passou a pegar no pé do time. O técnico André Jardine foi vaiado por trocar Helinho pelo estreante Antony. Na sequência, foi a vez de Nenê ser vaiado, ao ser substituído por Shaylon. O São Paulo parecia perdido, mas chegou ao empate numa infelicidade de Michel, que fez gol contra ao tentar cortar um cruzamento de cabeça.

ESTATÍSTICAS

Posse de bola: São Paulo 61% x 39% Grêmio

Finalizações: 14 x 6

Bolas alçadas na área: 7 x 3

Escanteios: 1 x 2

Faltas: 14 x 13

Passes errados: 23 x 19

Passes certos: 273 x 211

Impedimentos: 2 x 0

FALA, JEAN

"Tivemos poucos dias para pegar bem o que o Jardine queria, mas acho que já melhoramos um pouco na parte ofensiva, tivemos mais chances. Só que dois dias é muito pouco. Agora é procurar assimilar o mais rápido possível para a partida de domingo. Era um confronto direto (por G-4), uma final. Não podíamos empatar, estamos com a mesma pontuação. Agora é ir para o restante dos jogos, pontuar e torcer pelo tropeço deles”.

FALA, MICHEL

Sobre o lance do gol contra: “Foi falta de sorte. Eu estava na jogada, acabei trombando com o Paulo Victor. Mas, o importante foi conquistar esse ponto fora de casa”.

FALA, HUDSON

"O Jardine procurou intensificar alguns detalhes que a equipe vinha errando, principalmente de posicionamento. Ele estudou muito a equipe do Grêmio, e a gente se preparou bem para isso. Ele teve pouco tempo, mas conseguiu nos mostrar exatamente o que fazer contra o Grêmio. Hoje, a gente deu uma evoluída pelo pouco tempo que ele teve de trabalho. O São Paulo mostrou que pode evoluir mais”

FALA, CORTEZ!

"Estamos contentes. Nós queríamos a vitória, que infelizmente não veio. Mas pontuar aqui no Morumbi, diante de uma equipe de muita qualidade, e levar um ponto para Porto Alegre é muito vantajoso. Agora, só depende de nós”

Fonte: Globoesporte.com


5 visualizações0 comentário