© Copyright 2019 Sentinela 24h. Desenvolvido por Gath Soluções

'É muito triste ver alguém perder a vida por tão pouco', conta moradora que viu o assassinat


A morte de uma mulher de 30 anos, na noite de ontem, no Centro de Santa Maria, deixou moradores das proximidades assustados com a forma brutal com que o crime aconteceu. Nicoli Vieira Rodrigues, que já morou em Santana do Livramento, e tem familiares e amigos em Dom Pedrito, seguia para casa, na Rua Visconde de Pelotas, quando foi abordada por dois homens, que exigiram que ela entregasse a mochila onde levava documentos e outros pertences, além do aparelho celular. Na tentativa de evitar o assalto, Nicoli decidiu lutar contra os bandidos. Uma moradora, que não quis ser identificada, ouviu os gritos da vítima e tentou ajudar.

- Eu estava na casa da minha sogra quando ouvi uma gritaria de 'me assaltaram, me ajudem' e saí na calçada. Vi que ela (a vítima) estava deitada no chão, lutando com os dois rapazes, para evitar que eles levassem as coisas dela. Em seguida, os dois saíram correndo, em direção à travessa, e ela foi atrás. Minha irmã correu atrás da moça, pedindo para que ela parasse, mas ela seguiu atrás dos dois assaltantes - contou a moradora.

A dupla de criminosos seguiu em direção à Travessa Hermes Cortez, levando a mochila e o celular de Nicoli. Foi quando a vítima dobrou na mesma travessa que um dos suspeitos desferiu um golpe de faca no peito dela, que caiu no chão. Populares correram atrás de Nicoli e a encaminharam para atendimento médico no Pronto-Atendimento (PA) do Bairro Patronato. Entretanto, a mulher não resistiu aos ferimentos.

A moradora conta que ligou para amigos e outros conhecidos em busca do contato dos familiares da vítima. A Brigada Militar (BM) foi acionada e fez buscas na região, mas, até o momento, nenhum suspeito foi localizado. A mochila e os documentos de Nicoli foram encontrados perto de onde ela foi assassinada. O celular foi levado pelos bandidos.

- É muito triste ver alguém perder a vida por tão pouco. Foi horrível ouvir o desespero dos pais dessa moça, ao telefone, quando a BM informou do ocorrido. Não estamos seguros nem perto de casa... - disse.

A Delegacia Especializada em Furtos, Roubos, Entorpecentes e Capturas (Defrec) de Santa Maria deu início às investigações do caso ainda neste domingo. Testemunhas já foram ouvidas, e imagens de câmeras de segurança de lojas que ficam próximo do local do crime devem ser analisadas para tentar identificar os suspeitos.

O corpo de Nicoli foi encaminhado para Lavras do Sul, cidade onde ela nasceu e onde moram seus familiares. O Diário tentou contato com a família da vitima, mas as ligações não foram atendidas.

Texto: Diário de Santa Maria

Foto: Arquivo pessoal


236 visualizações