Bolsonaro declara neutralidade nas eleições do Rio Grande do Sul


O candidato à presidência da República Jair Bolsonaro (PSL) afirmou nesta terça-feira, em entrevista à Rádio Guaíba, que irá permanecer neutro na disputa pelo governo do Rio Grande do Sul. Ou seja, não apoiará nem José Ivo Sartori (MDB), nem Eduardo Leite (PSDB).

"A decisão que nós tomamos é de ficar neutros, exceto nos estados em que temos candidatos. Suponha que eu chegue à presidência: eu reconheço que o atual governador (Sartori) encontrou também um estado destroçado pelo PT, que enfrenta dificuldade com esta herança maldita que recebeu. Que Deus dê sabedoria aos gaúchos para escolherem seus representantes. Mas eu duvido que o Rio Grande do Sul tenha mais problemas do que o meu estado, o Rio de Janeiro. Boa sorte aos dois (Sartori e Leite) e que vença o melhor", disse Bolsonaro ao programa Bom Dia.

Apesar disso, em um vídeo da campanha eleitoral de José Ivo Sartori, divulgado hoje nas redes sociais, Jair Bolsonaro aparece ao lado do deputado federal Onyx Lorenzoni. O vice de Bolsonaro, general Mourão, também aparece na propaganda eleitoral.

Bolsonaro prioriza sua saúde

Ao ser questionado sobre a possibilidade de se encontrar com o adversário Fernando Haddad (PT) para discutir os projetos para o país, Bolsonaro mencionou a sua saúde, já que se recupera da facada que levou em setembro. "Entre a minha saúde e o debate, eu fico com a minha saúde. Não vou debater com alguém que não fala com a própria consciência. Haddad não é um poste, é um pau mandado de Lula. Não sei como alguém aceitaria isso, ser mandado por um presidiário", disse ao falar no programa Bom Dia.

Bolsonaro relatou ainda que o episódio da facada não foi um simples ferimento. "A faca entrou e foi torcida. Eu não passei por uma furadinha, foi algo grave. Eu perdi peso e não posso passar por uma situação de estresse porque a minha bolsa de colostomia pode se romper", explicou ao mencionar o atentado ocorrido durante ato de campanha em Juiz de Fora, em Minas Gerais.


9 visualizações0 comentário