• G1/RS

Candidatos ao governo do RS votam no 1º turno das eleições 2018


Os candidatos ao governo do Rio Grande do Sul votaram no 1º turno das eleições 2018, durante este domingo (7). Logo após a abertura das seções, Julio Flores (PSTU) e Jairo Jorge (PDT) registraram suas escolhas. O candidato do PSTU votou no Centro de Porto Alegre, no colégio Pão dos Pobres, acompanhado de apoiadores e da candidata a vice, Ana Clélia Teixeira, que vota em Passo Fundo. Em Canoas, o representante do PDT votou ao lado da esposa.

Em seguida, Mateus Bandeira (Novo) registrou seu voto no Centro Universitário Metodista - IPA, na capital gaúcha, acompanhado do candidato a vice, Bruno Miragem, e apoiadores.

No fim da manhã, o candidato a reeleição pelo MDB, José Ivo Sartori, votou em Caxias do Sul, na Serra, ao lado da esposa e dos filhos.

Antes de se dirigirem aos locais de votação, os candidatos tomaram café da manhã com apoiadores e outros candidatos das coligações. Dentro dos compromissos, também estavam entrevistas para emissoras de rádio e televisão.

No começo da tarde, o candidato Miguel Rossetto (PT) registrou seu voto no Colégio de Aplicação da UFRGS, em Porto Alegre. Ele estava acompanhado dos filhos.

Após desembarcar em Pelotas, Eduardo Leite (PSDB) votou, acompanhado do vice Delegado Ranolfo, no Instituto de Educação Assis Brasil. Ele acompanhará a apuração na cidade da região sul do estado.

Durante a tarde, o candidato Roberto Robaina (PSOL) votou no Colégio Unificado, no centro de Porto Alegre.

Candidatos a vice

Os três candidatos a vice-presidente votaram no estado pela manhã: Manuela D'Ávila (PCdoB), Germano Rigotto (MDB) e Ana Amélia Lemos (PP).

Antes de viajar para São Paulo para se encontrar com Fernando Haddad (PT), Manuela registrou suas escolhas em Porto Alegre e falou com a imprensa.

"Para nós não é um dia qualquer. Nós que estamos aqui acreditamos na democracia, acreditamos que a partir do voto das gaúchas e dos gaúchos, e das brasileiras e dos brasileiros, podemos juntos virar essa etapa. Desejo que tenhamos um bom dia, um dia de paz, que a política não seja instrumento do ódio, da briga, de agressões físicas", disse.

Candidato a vice de Henrique Meirelles (MDB), Rigotto votou em Caxias do Sul, na Serra. Ele também falou com a imprensa: "Que nós tenhamos uma eleição com muita paz, sem esses radicalismos, essa raiva que apareceu durante o processo eleitoral", disse o candidato, que fez algumas críticas: "Foi uma eleição curta, com uma legislação eleitoral toda falha, que foi feita principalmente para eleger os atuais detentores de mandato, é uma pena isso. Faltou muito debate sobre propostas, ideias, não teve espaço."

Ana Amélia Lemos (PP), candidata a vice de Geraldo Alckmin (PSDB), votou em Canela, na Serra. Para a imprensa, ela disse: "O voto é o momento mais sagrado da democracia brasileira. Eu tenho a convicção de que os eleitores brasileiros no dia de hoje estarão decidindo o futuro do nosso país. Por isso a responsabilidade de reflexão de fazer boas escolhas e de cada brasileiro estar indo às urnas para democraticamente escolher estes candidatos".

Fonte: G1/RS


11 visualizações

© Copyright 2019 Sentinela 24h. Desenvolvido por Gath Soluções