Brigada Militar salvou mulher caída na rua em Alegrete


Na última semana, os policiais militares de Alegrete novamente foram enaltecidos. A situação difícil em que se encontrava uma mulher, caída em via pública com risco iminente de uma infecção ou de complicações mais graves, mobilizou um grupo de pessoas do bairro Macedo.

Conforme relato, uma jovem ao passar pela rua ao lado dos trilhos se deparou com a mulher caída. Sem condições de levantar, ela chorava muito e falava em seu bebê. Foi constatado que a mulher estava com os pontos da cesárea, alguns romperam com a queda. Apavorado, o grupo passou a fazer contato com o Samu, foram mais de 40min., tentando. Na Central, em Porto Alegre, a resposta era de que não poderiam atender, devido a grande demanda de ocorrência, naquele momento. Foi então que uma das mulheres entrou em contato com a Brigada Militar. Mesmo diante do número de ocorrências e todas as deficiências, como efetivo, e não sendo uma atribuição da polícia, uma guarnição foi até o local. Os policiais encaminharam a mulher até à UPA que ficou em atendimento. Ela apresentava sinais de embriaguez. A informação foi de que por ter problemas com bebida alcoólica o bebê foi retirado e estava sob os cuidados da Casa de Passagem. A mulher ponderou aos PMs que entrou em depressão e acabou fazendo uso da bebida . Ela passou mal e não tinha condições de sair do local sozinha. A situação lamentável de uma pessoa fragilizada que precisa de ajuda, essa foi a descrição da cena por uma das pessoas que auxiliou.

A Brigada Militar mais uma vez mostrou que salvar e proteger vai muito além. É preciso ter empatia e mostrar que está sempre pronta a salvar vidas. Numa noite que foi chuvosa e com todas as complicações que essa mulher poderia ter por ficar no tempo, por uma período prolongado, os heróis de farda salvaram mais uma vida.

O fato aconteceu por volta das 21h no bairro Macedo. A cesária aconteceu há poucos dias, cerca de 10 ou 15. Ela não soube precisar.

Fonte: Alegrete Tudo


25 visualizações0 comentário