Odair fecha treino do Inter e mantém mistério sobre Dourado e titular no ataque


O Inter deve embarcar rumo a Chapecó envolto em mistério para defender a liderança contra a Chapecoense na próxima segunda-feira, às 20h, na Arena Condá, pela 25ª rodada do Brasileirão. Nesta sexta-feira, o técnico Odair Hellmann comandou um treino com portões fechados no Beira-Rio para começar a definir a formação titular para a partida. O ambiente de suspense tem a ver com duas indefinições pontuais na equipe.

A principal dúvida alimentada pelo treinador recai sobre Rodrigo Dourado. O volante trata uma contusão no pé direito com sessões diárias de fisioterapia e ficou fora dos dois treinos abertos da equipe no decorrer da semana. As dores, aliás, o fizeram atuar no sacrifício no segundo tempo da vitória por 1 a 0 no Gre-Nal do último domingo. Outra ausência dos treinamentos, Edenílson foi preservado para realizar trabalhos de manutenção física e não preocupa para pegar a Chape.

Caso o capitão não atue, a tendência é de que Gabriel Dias ocupe a posição em frente à zaga. Recuperado de lesão muscular, Charles já treina normalmente com o grupo, mas o longo período afastado das atividades deve pesar na avaliação da comissão técnica. Odair também pode optar por alterar a formação, sem um volante mais marcador. Mas a experiência recente não indica esta possibilidade: a última derrota colorada ocorreu justamente sem Dourado, para o América-MG, no Independência.

Odair também mantém indefinido quem será seu centroavante na Arena Condá. A tendência é de que Leandro Damião retome a titularidade, após entrar no segundo tempo das últimas três partidas da equipe. O camisa 9 se recuperou recentemente de um problema na região cervical. Assim, Jonatan Alvez voltará ao banco de reservas depois de ser titular em quatro jogos seguidos.

#inter

0 visualização

© Copyright 2019 Sentinela 24h. Desenvolvido por Gath Soluções