Após prisão de suspeito de chacina, Policia Uruguaia apreende documentos no bairro Mandubi


Na tarde desta sexta-feira, 10 de agosto, agentes do Setor de Inteligência (SIPAC) da 12ª DPRI, com apoio da Divisão de Crimes Complexos da Policía de Rivera/ROU, prenderam temporariamente M. A. L., 21 anos, suspeito de ser um dos autores de uma chacina que vitimou 05 pessoas na praia de Canasvieiras, em Santa Catarina, no dia 05 de julho.

Por ocasião dos fatos, homens invadiram um apart-hotel naquela cidade, localizaram e amarraram todas as pessoas que ali estavam. Após, mataram todas as 05 pessoas, apontando o laudo preliminar como morte por asfixia em todas as vítimas. O modus operandi e a motivação do delito são investigados pela Polícia Civil de Santa Catarina.

A Del. Regional Ana Tarouco, que coordenou os trabalhos em Santana do Livramento/RS, destacou as dificuldades de se atuar numa zona de fronteira seca, mas ponderou que as dificuldades são amenizadas pela parceria estabelecida entre as Instituições policiais dos dois países. Ressaltou, também, a dedicação da equipe de inteligência da Delegacia Regional, a qual atuou ininterruptamente para a efetiva localização do suspeito.

Ainda, que as ações de inteligência contaram com o irrestrito apoio da Divisão de Crimes Complexos da Policia de Rivera/ROU, bem como do Poder Judiciário daquele País. Um mandado de busca e apreensão foi cumprido pela Divisão de Crimes Complexos de Rivera na residência de esconderijo utilizada pelo suspeito, ocasião em que documentos foram apreendidos. Destaca-se que estas as ações foram executadas simultaneamente pelas equipes, demonstrando a integração entre os setores de inteligência Polícia dos dois países.

O suspeito, agora, será recolhido ao presídio local e colocado à disposição da Justiça catarinense.


177 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo