• G1/RS

Operação cumpre mais de 100 ordens judiciais contra quadrilha suspeita de tráfico e homicídios no RS


Uma operação contra o tráfico de drogas prendeu 45 pessoas, nesta terça-feira (24) no Noroeste do Rio Grande do Sul. Policiais civis, militares e rodoviários federais realizaram a ação em 22 municípios gaúchos.

A força-tarefa chamada de Operação Andróid foi iniciada pela delegacia Regional de Três Passos e investigou organizações criminosas comandadas de dentro dos presídios. Desde o início das investigações, em julho de 2017, 107 pessoas foram presas.

Foram cumpridas 104 ordens judiciais, 43 mandados de prisão e 61 mandados de busca e apreensão nas cidades de Santo Augusto, Coronel Bicaco, Redentora, Campo Novo, Tenente Portela, Três Passos, Crissiumal, Independência, São José do Inhacorá, Três de Maio, Ijuí, Palmeira das Missões, Passo Fundo, Carazinho, Lagoa Vermelha, Lajeado, Dois Irmãos, Campo Bom, Montenegro, Novo Hamburgo, Charqueadas e Santiago, e na região de Florianópolis, em Santa Catarina.

A força-tarefa foi realizada por cerca de 200 homens da Polícia Civil, com o apoio de 100 policiais militares e 10 policiais rodoviários federais, com mais de 100 viaturas e o helicóptero da Polícia Civil.

Durante as investigações, foi apurado que traficantes que ocupavam cargos de chefia, de dentro dos presídios gaúchos, controlavam o transporte de drogas, fracionamento e a entrega a gerentes regionais e locais. Os gerentes regionais do tráfico eram responsáveis por recepcionar e distribuir aos gerentes locais, em cada cidade da região Noroeste, as drogas vindas do Vale dos Sinos, na Região Metropolitana.

As investigações começaram em julho de 2017. Durante esse período, foram presas 62 pessoas e apreendidos sete adolescentes. De acordo com a Polícia Civil, os gerentes locais e regionais do tráfico já foram presos durante a apuração, e drogas e armas apreendidas. A partir dessas prisões, a polícia identificou os líderes que comandaram as ações.

Também foram presos os responsáveis pelo transporte das drogas no Vale dos Sinos e os criminosos suspeitos de praticar os homicídios como parte da disputa por território das facções.

Foram apreendidos 180 kg de drogas (maconha, cocaína e crack), armas, munições, veículos, motos, dinheiro, balanças de precisão e materiais usados para produzir drogas.


20 visualizações0 comentário