Preso um dos suspeitos de matar policial civil durante operação no Vale do Caí


Foi preso na manhã do sábado (19), um dos suspeitos de envolvimento na morte do policial civil Leandro de Oliveira Lopes, de 30 anos. Leandro foi atingido com um tiro de fuzil nas costas no dia 2 de maio, durante uma operação contra uma facção criminosa ligada ao tráfico de drogas e homicídios, no limite entre São Sebastião do Caí e Pareci Novo.

Paulo Ademir de Moura foi preso em uma casa na ERS-484, em Maquiné. Ele estava no local com a namorada e algumas crianças. Segundo o diretor do Departamento de Polícia Metropolitana, Fábio Motta Lopes, a ação foi bem-sucedida e, apesar de estar armado, o homem foi dominado rapidamente.

"Nós sabíamos que ele tem a característica de se esconder na zona rural e que não fica parado muito tempo no mesmo lugar, então ficamos monitorando. Na sexta-feira, recebemos a informação de que ele estaria nessa casa. Como ele costuma revidar ações policiais, como no caso do Leandro, houve todo um planejamento para não haver chance de fuga", afirma.

O suspeito tem cinco mandados de prisão contra ele, sendo quatro por homicídios e um por roubo. Com ele, foi encontrada uma pistola 9mm e documentos de uma vítima de roubo a residência que aconteceu recentemente em Terra de Areia, perto do local onde foi encontrado.

Outro suspeito de envolvimento na morte do policial, identificado como Valmir Ramos, segue foragido. A polícia continua as investigações e as buscas pelo suspeito.

"Só temos a comemorar a retirada desse criminoso de circulação. Infelizmente, ainda temos um outro foragido, que também estaria envolvido na morte do policial, mas a Polícia Civil não vai sossegar enquanto não localizar ele, é uma questão de honra", afirma Lopes.

Paulo Ademir de Moura foi levado para a sede do Deic e será encaminhado a um presídio.

Fonte: G1/RS


17 visualizações0 comentário