Dom Pedrito/RS: Cachorro tem olhos arrancados e equino é deixado em estado debilitado


Dois casos de violência contra animais foram registrados na tarde de hoje (8). No primeiro, um cachorro teve os olhos arrancados, além de possivelmente ter sofrido outras agressões. O fato aconteceu na rua Argeny Jardim, nas proximidades da localidade com mesmo nome. No segundo caso, um equino, no final da rua Coronel Urbano, bairro Santa Terezinha, foi deixado no local em estado debilitado, ao menos desde segunda-feira (7), conforme relato de morador.

Foto: Qwerty Portal de Notícias

Segundo informações da moradora da rua Argeny Jardim que prestou auxílio ao cachorro, casos de maus tratos e até tortura estão se tornando cada vez mais normais no bairro. Uma colaboradora da Ong Amigo Bicho esteve no local e realizou um atendimento preliminar ao animal. O médico veterinário Edo Cécere Carvalho prontificou-se na realização do atendimento clínico. O diretor da Qwerty, Marcos Brum, que assistia no momento de uma das transmissões, levou o animal até à clínica veterinária.

Entramos em contato com o Departamento de Comunicação da Prefeitura. A Vigilância Sanitária seria encaminhada para recolher o animal, entretanto, não houve necessidade.

A moradora desabafou sobre casos de violência frequentes que ocorrem contra animais na localidade. Segundo ela, passa por rinhas até atos de tortura. Os proprietários do cachorro foram procurados, mas não teriam demonstrando interesse em prestar qualquer ajuda.

No momento em que estávamos na rua Argeny Jardim, um outro leitor entrou em contato com à reportagem via Facebook, relatando caso de um equino abandonado no final da rua Cel Urbano, bairro Santa Terezinha. No local, foi informado que o cavalo – em estado muito debilitado -, já estava estaria lá desde segunda-feira (7). Novamente fizemos contato com o Departamento de Comunicação, onde foi informado que a Secretaria de Agricultura deverá tomar as medidas necessárias.

Foto: Qwerty Portal de Notícias

Fonte: Qwerty Portal de Notícias


101 visualizações0 comentário