Rosário do Sul/RS: Acusado de roubos é espancado por grupo de pessoas


Um homem acusado de ser autor de dois assaltos e de uma tentativa de roubo foi espancado por um grupo de pessoas na tarde desta segunda-feira (02), em Rosário do Sul. Ele havia sido preso na mesma data pela Brigada Militar, após crime cometido contra mototaxista no domingo (1º). O suspeito teria admitido ser autor do delito, e ainda de um roubo cometido na sexta-feira (30), contra outro profissional de telemoto, em que a vítima teve o pescoço cortado por uma faca.

O acusado, de 31 anos, é natural de Gravataí e seria o autor de um assalto realizado na última terça-feira (27) em um estabelecimento comercial no centro de Rosário do Sul. Na ocasião, ele usou uma faca para ameaçar a atendente e roubou um valor em dinheiro, bem como produtos. O prejuízo para a loja foi de mais de R$ 700.

Ele foi preso no dia seguinte pela Brigada Militar, após análise de câmeras de segurança. O suspeito teria confessado que cometeu o crime, porém os objetos furtados e o dinheiro não foram recuperados. Encaminhado à Delegacia de Polícia, ele foi liberado após o registro simples da ocorrência policial.

Dias após, um mototaxista foi vítima de roubo quando dava carona a um suposto cliente. Ao chegar ao destino, na Avenida Flaubiano Doyle, o homem usou uma faca para ameaçar o motociclista, que entregou R$ 150 e ainda teve o pescoço cortado pelo criminoso, que fugiu. A vítima teve de levar vários pontos no ferimento, mas sobreviveu.

No dia seguinte, a Brigada Militar prendeu um homem com antecedentes criminais e foragido do sistema prisional, que teria sido reconhecido pela vítima como o autor do roubo seguido de lesão corporal. No entanto, um dia depois, no domingo, outro mototaxista foi vítima do mesmo crime, cometido com as mesmas características.

Assim, a Brigada Militar chegou em outro acusado: o mesmo homem que teria comedido o assalto ao estabelecimento comercial no início da semana. Ele foi detido nessa segunda-feira (02) e teria confessado a autoria dos dois crimes contra os mototaxistas. Encaminhado à DP, mais uma vez foi realizado o registro simples, por porte ilegal de arma branca, visto que ele carregava uma faca, e o homem foi liberado.

Os fatos tiveram ampla divulgação tanto na imprensa como nas redes sociais, e geraram grande indignação da sociedade. Ainda na tarde de segunda-feira (02), o caso teve mais desdobramentos violentos, quando o acusado foi espancado em via pública. Segundo ele, cinco pessoas o agrediram na Rua Benjamin Constant, bairro Areias Brancas, após o mesmo ter saído da Estação Rodoviária. Os agressores não foram identificados e ele foi encaminhado para o Hospital de Caridade Nossa Senhora Auxiliadora (HCNSA). Até a publicação dessa notícia não havia mais detalhes sobre o estado de saúde do homem, que recebeu curativos.

Fonte: Gazeta de Rosário


56 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo