Alegrete: Em duas ocorrências, maridos embriagados agridem e ofendem esposas


A BM agiu rápido para evitar que um homem agredisse ainda mais a companheira, na Zona Leste de Alegrete. Ao chegar no local, a policia encontrou a vítima com vários hematomas e o nariz sangrando. Ela pediu a pronta retirada do marido de dentro de casa, que estava embriagado, o que não é novidade neste relacionamento, segundo a vítima. Ela disse que o marido bebe diariamente e fica violento, lhe acusando de ser vagabunda e de acumular amantes.

Neste último espancamento, ela pediu o pronto afastamento dele com medidas protetivas e afirmou não aguentar mais as agressões, que estavam aumentando a cada sessão de espancamento. Ela foi conduzida para a UPA a fim de receber um atendimento de emergência e o médico plantonista atestou as diversas lesões no rosto da vítima, inclusive os lábios inchados, os hematomas e o sangramento do nariz ferido.

OUTRO CASO - Um fato semelhante também levou a BM a atuar para defender a vítima, uma vez que o companheiro dela, bebia há mais de 24 horas, estava violento e ofensivo. É a terceira vez queo casal se separa, mas ela topa deixá-lo voltar pra casa. Da última vez, porque ele ficou com a perna quebrada, resultado de um acidente de trânsito, e não tinha para onde ir. "O cara toma todas, faz ameaças, xinga, ofende, cria amantes imaginários (todos os vizinhos) para ela, vive desconfiado e no que é bom mesmo, ele falha", ressaltou a vítima.

Ela pediu medidas protetivas, mas não vai processá-lo.

Fonte: Jornal Em Questão


24 visualizações0 comentário