Morte de bebê: Homem deu banho na criança morta para mãe não perceber o crime, informou Inspetor


Na noite desta terça-feira, agentes do Setor de Investigação da 1ª DP de Livramento cumpriram mandado de prisão preventiva em desfavor de A.M.V de 26 anos. O homem é acusado da morte de um bebê de 10 meses, filho de sua namorada, pois, de acordo com sua narrativa, 'não aguentava mais ouvir seu choro'.

A Del. Ana Tarouco, que conduziu os trabalhos, destacou a postura do acusado que, após 'apertar o pescoço da criança', lhe deu um banho, vestiu e o deitou na cama de sua mãe, tudo para tentar encobrir os fatos. Apontou, ainda, que a investigação prossegue para apurar eventual omissão da mãe da criança, dado que, durante o crime, a mesma não estava na residência, local de onde já havia saído horas antes, deixando a criança aos cuidados do acusado. O Inspetor que atuou no caso referiu que em um primeiro depoimento o homem negou qualquer envolvimento nos fatos, indicando que a criança teria sofrido uma queda.

Após a coleta de novos elementos, onde inclusive se apurou que dias antes o homem já havia ameaçado a criança de morte, a equipe ouviu novamente o acusado que acabou confessando a prática do crime, fornecendo detalhes dos fatos, como ter dado banho na criança morta, colocado fralda e colocado ela para dormir, sem levantar suspeitas da mãe no primeiro momento, os quais foram confirmados pela perícia.

Após as diligências, o homem foi encaminhado ao Presídio de Santana do Livramento.


0 visualização

© Copyright 2019 Sentinela 24h. Desenvolvido por Gath Soluções