Projeto viabiliza banho de mar a cadeirantes e pessoas com mobilidade reduzida no Litoral do RS


Neste verão, pelo menos 500 cadeirantes e pessoas com mobilidade reduzida tiveram a oportunidade de tomar banho de mar nos balneários e praias do Rio Grande do Sul graças ao auxílio de cadeiras anfíbias.

O equipamento é oferecido pela Fundação de Articulação e Desenvolvimento de Políticas Públicas para Pessoas com Deficiência e com Altas Habilidades (Faders) que, há seis anos, capitaneia o projeto Praia Acessível. Nesse período, mais de 10 mil pessoas puderam curtir um refrescante banho de mar. Em 2017, cerca de 2,7 mil veranistas foram beneficiados.

Conforme a coordenadora do projeto, Cláudia Alfama, 20 cadeiras estão disponíveis nas praias contempladas. Em cada município, a exigência é de que haja ao menos duas unidades para atendimento. Apenas Barra do Ribeiro e Rosário do Sul possuem um equipamento cada.

Cada ida ao mar leva entre 15 e 20 minutos e é acompanhada por profissionais capacitados para conduzir o banho de mar com segurança. Guardas-vidas também acompanham as atividades.

Surfe adaptado

Além das cadeiras anfíbias para banho de mar, o projeto também oferece pranchas para pessoas com deficiência pegarem onda. A pessoa é levada até o mar na cadeira anfíbia e, ao chegar às ondas, é feita a transferência para a prancha adaptada.

O projeto já atendeu cerca de 150 pessoas e é promovido somente no verão. Nas próximas semanas, o surfe adaptado chega às praias de Areias Brancas e Torres.

Programação Praia Acessível

  • Tramandaí - 27 de janeiro

  • Arroio do Sal - 3 de fevereiro

  • Torres - 10 de fevereiro

  • Arambaré - 17 de fevereiro

  • Cassino - 24 de fevereiro

Para acompanhar a programação e saber quais serviços estão disponíveis nas praias gaúchas, basta acessar o site do Verão Para Todos 2018.

Fonte: G1/RS


14 visualizações0 comentário