Ao menos 15 pessoas feridas após carro invadir calçadão no Rio


m carro invadiu o calçadão e a Praia de Copacabana, na Zona Sul do Rio, na noite desta quinta-feira (18). Várias pessoas foram atingidas pelo veículo desgovernado, na altura da Rua Figueiredo de Magalhães. Pelo menos 15 pessoas ficaram feridas, inclusive quatro crianças e um bebê, segundo os bombeiros.

Às 22h15, oito vítimas já tinham sido removidas do local, sendo duas crianças. Todas foram encaminhadas para os hospitais Souza Aguiar e Miguel Couto, no Centro e Leblon, respectivamente.

A ciclovia e o calcadão estavam cheios no momento em que o veículo invadiu a área, por volta das 20h30. O motorista, identificado como Antonio de Almeida Anaquim, 41 anos, foi detido e encaminhado para a 12ª DP (Copacabana). Ele alegou que sofreu um ataque epilético, mas a polícia ainda averiguava a informação durante a noite.

Depois de passagem pela delegacia, ele foi encaminhado para o IML. Antes da chegada da polícia, testemunhas revoltadas tentaram agredir o motorista, mas agentes chegaram rápido e o conduziram para a delegacia.

Segundo o produtor Leslie Leitão, da TV Globo, havia remédios para epilepsia no carro do atropelador. Ele alegou que apagou quando estava dirigindo e subiu a calçada.

O Centro de Operações da Prefeitura informou o acidente interditou duas faixas da Avenida Atlântica, sentido Leme.

Turista argentina relata momento de atropelamento nas areias de Copacabana

Uma hora depois do acidente, feridos ainda eram atendidos no local. Uma testemunha, uma turista argentina ouvida pela GloboNews, afirmou que o carro estava em alta velocidade (veja a entrevista acima).

“Cadeiras voaram, não percebemos que era o carro até que as pessoas começaram a abrir e aí vimos gente caída no chão. Havia um bebê machucado”.

“Foi muito rápido, [o carro] veio muito rápido. Foi estranho, porque o trânsito estava muito lento”.

Fonte: G1


29 visualizações0 comentário

© Copyright 2019 Sentinela 24h. Desenvolvido por Gath Soluções