Em nota, empresário citado na Op. Laranja Mecânica afirma inocência


O empresário João Clavijo, citado na Op. Laranja Mecânica, mas que ainda não havia por este veículo de comunicação, emitiu uma nota, na qual publicamos agora na integra, onde ele afirma ser inocente no caso.

Nota

Filho desta terra, tenho 54 anos de idade, dos quais mais de 25 são dedicados ao transporte público. Nos últimos dias tive meu nome e minha imagem vinculados a uma suposta organização criminosa e à prática de atos ilegais em torno ao serviço de transporte escolar prestado ao Município.

Porque minha atividade laboral me fez homem público, conhecido pela coletividade da qual faço parte, venho por este intermédio manifestar não somente a afirmativa quanto a minha absoluta inocência, mas também a minha total confiança no devido processo legal, na averiguação da verdade, no Estado de Direito e no respeito aos princípios consagrados pela Constituição Federal.

Lamento o fato de que de forma irresponsável e até temerária, acabei sendo condenado precipitadamente por muitas pessoas, e taxado como “meliante”, “bandido”, “chefe de organização criminosa”, e “joio do trigo”, por alguns meios de imprensa; sendo que nem sequer a denuncia foi oferecida nos autos da ação penal que tramitará na Justiça Federal, não tendo eu, ainda, oportunidade para tecer a minha defesa.

Não obstante, com felina lealdade aos princípios que sempre me orientaram, seguirei sendo o homem trabalhador, aguerrido, honesto, e pai de família que sempre fui; completamente determinado em esclarecer e confirmar a minha inocência e crente de que a mesma calará a voz da injustiça e a torpeza do julgamento precipitado e hostil.

Sendo sabedor de que os santanenses são sonhadores e lutadores por um futuro melhor, caminharei entre os meus, com a cabeça erguida, com o ânimo renovado, sabendo que no final da batalha judicial que me espera, ainda terei amigos com quem celebrar a minha vitória.


302 visualizações

© Copyright 2019 Sentinela 24h. Desenvolvido por Gath Soluções