Vereadores denunciam ao Ministério Público a retirada da ciclovia


A retirada da ciclovia da Linha Divisória foi denunciada pelos vereadores integrantes das bancadas do PSD e do PT na Câmara de Vereadores à Promotoria Especializada do Ministério Público em Livramento. Os vereadores Antônio Zenoir, do PSD, e Dagberto Reis, Aquiles Pires e Leandro Ferreira, do PT, acompanhados por André Kovalick, assessor do vereador Itacir Soares, conversaram na manhã desta sexta-feira com o promotor Francisco Saldanha Lauestein, quando formalizaram denúncia a respeito da retirada da demarcação da ciclovia.

Os vereadores lembraram que a ciclovia foi demarcada pela Administração Municipal em cumprimento a exigência do Ministério das Cidades, quando da liberação de recursos federais, através de uma emenda parlamentar da então deputada petista Emilia Fernandes, para a pavimentação da rua João Pessoa. Segundo o vereador Dagberto Reis, a Lei 12.587, da Mobilidade Urbana, precisa ser cumprida. “Estamos atentos, colhendo informações e tomando as providências necessárias. O patrimônio público não pode ser destruído. Aqui não é terra sem lei”, criticou o legislador.

Segundo ele revelou, na próxima segunda-feira o assunto também será levado ao conhecimento do Ministério Público Federal, considerando principalmente que a ciclovia estava prevista como exigência para a liberação do recurso do Orçamento da União. “É um retrocesso. Deveríamos pensar em criar cada vez mais espaços para o lazer e para a segurança da nossa comunidade, e não o contrário, destruindo o que já foi feito e jogando o dinheiro da comunidade no lixo”, opinou Dagberto Reis.

Fonte: Assessoria de Imprensa da Câmara dos Vereadores


54 visualizações

© Copyright 2019 Sentinela 24h. Desenvolvido por Gath Soluções