Pipoca, a ovelha de Livramento que ganhou o Brasil


Atualmente com dois meses de idade, a atividade preferida de Pipoca é passear. Com sua lã branquinha e de coleira, ela atrai olhares por onde passa. No início, os vizinhos chegaram a estranhar, mas agora já encaram com normalidade a ideia de que ela é igual a outros bichos de estimação que as pessoas criam em casa.

Nas caminhadas, Pipoca vai para tudo que é lado, do supermercado até a padaria, e ainda ganha um colo no caminho para não se assustar. Na praça da cidade, ela já chegou a ser confundida com um poodle por um grupo de escoteiros.

Com dois meses de idade, Pipoca ainda se adapta ao apartamento, mas Mari já prevê uma mudança para uma casa com área verde para poder continuar ao lado de sua companheira.

De acordo com o veterinário Paulo Wagner, que trabalha no Instituto Brasileiro de Meio Ambiente e Recursos Naturais e Renováveis (Ibama), a ovelha é considerada um animal doméstico, e por isso pode ser criado em ambiente como o de uma casa ou apartamento com espaço adequado. Elas podem viver até os 15 anos de idade, apesar de não ser comum, uma vez que costumam ser criados para abate.

O veterinário alerta, no entanto, sobre o convívio com seres humanos dentro de um apartamento. "Um animal desse tamanho, apesar de ser doméstico, pode chegar aos 20, 25 kg. Como se fosse um cachorro de porte grande, mas com comportamento diferente do de um cachorro", afirma.

Paulo afirma ainda que estudos sobre o convívio entre ovelhas e humanos apontam que podem surgir problemas de comportamento desses animais na vida adulta. "É um animal que vive em bando, e, conforme a literatura existente sobre isso, ele pode ficar neurótico quando adulto, apresentando comportamento agressivo atacando as pessoas", explica.

FONTE: G1


0 visualização

© Copyright 2019 Sentinela 24h. Desenvolvido por Gath Soluções