Maníaco do ônibus Nogueira, vulgo Toró é preso em Alegrete


Por volta das 15 h, o vulgo Toró, de 23 anos, começou a ameaçar a população e investir contra os coletivo. A Brigada Militar foi acionada, esteve ao local, porém, a população não quis fazer registro. Algumas horas depois, novamente a guarnição foi chamada. Desta vez, Toró tinha apedrejado um ônibus coletivo. O relato é que ele tentou parar o transporte colocando a bicicleta na frente, tentando fazer com que o motorista parasse. O funcionário tentou desviar mas acabou passando por cima da bike.

Ao ver a viatura do policiamento ostensivo, Toró saiu em fuga e invadiu uma casa na rua José Ramos Lopes, fundos para um campo. Um dos policiais saiu em perseguição, e por longa distância passou por banhados, lavouras e matos até interceptar o acusado.

Conduzido à DP, foi ouvido e liberado. O proprietário da empresa relata que já não é a primeira vez que o indivíduo ataca os ônibus, da empresa, no bairro José de Abreu. Segundo João Nogueira, isso compromete a integridade física dos funcionários e coloca em risco a segurança dos passageiros.

O empresário disse que até a próxima segunda-feira, os ônibus não vão entrar no bairro. Ele destaca que lamenta pela população que necessita do transporte, mas precisa verificar medidas que possam de alguma forma trazer segurança aos usuários e aos funcionários.”Antes mesmo do meu funcionário sair da DP o acusado já estava liberado . É uma inversão de valores é uma falta de responsabilidade. – argumenta.

Ninguém ficou ferido, mas o ônibus teve avarias.


57 visualizações

© Copyright 2019 Sentinela 24h. Desenvolvido por Gath Soluções