top of page

200 dias para Paris 2024: confira dez provas imperdíveis para o Brasil

Parece que foi ontem que vibrávamos com as conquistas dos brasileiros nos Jogos Olímpicos Tóquio 2020, mas Paris 2024 se aproxima rapidamente. Nesta segunda-feira, 8 de janeiro, faltam apenas 200 dias para a Cerimônia de Abertura – e a delegação brasileira novamente estará com suas principais estrelas.


Depois de estabelecer o recorde de medalhas (21) na última edição, o país espera manter o bom retrospecto nas arenas francesas a partir de 26 de julho de 2024. Nomes que já brilharam no palco Olímpico, como Rayssa Leal, Rebeca Andrade e Alison dos Santos seguem entre os favoritos em suas modalidades.


Outros, contudo, buscam a consagração. Marcus Vinicius D’Almeida, líder do ranking mundial no tiro com arco, busca uma medalha inédita para o país. Já a dupla Ana Patrícia e Duda quer recolocar a bandeira do Brasil no alto do pódio no vôlei de praia feminino após 28 anos – apenas Jacqueline e Sandra foram campeãs Olímpicas na modalidade.


Por isso, o Olympics.com aproveita a celebração de 200 dias para Paris 2024 e lista dez provas imperdíveis para o torcedor brasileiro acompanhar nos Jogos Olímpicos.


Foto: Ezra Shaw/Getty Images

Quais são as dez provas imperdíveis do Brasil em Paris 2024?


A lista inclui esportes já conhecidos do torcedor, como vôlei de praia, atletismo e ginástica rítmica, e modalidades que cresceram em importância nos últimos anos, como surfe, skate e tiro com arco.


Final do skate street feminino


Logo nos primeiros dias de Paris 2024 já podemos acompanhar o desempenho de Rayssa Leal no skate street feminino. Atual vice-campeã Olímpica, a jovem chega como uma das favoritas ao título nesta edição ao lado das rivais japonesas e da australiana Chloe Covell. A final está programada para 28 de julho.


Definição do surfe masculino 


Dois dias depois, em 30 de julho, o Brasil pode conquistar o bicampeonato Olímpico no surfe masculino. Após a medalha de ouro de Ítalo Ferreira em Tóquio 2020, o país já garantiu dois atletas na disputa: Filipe Toledo, bicampeão da WSL, e João Chianca. Eles também estão entre os cotados nas ondas de Teahupo’o, no Taiti, sede da modalidade.


Regata da medalha no 49erFX  


As primeiras medalhas de Paris 2024 na vela sairão em 1º de agosto nas provas de 49er (masculino) e 49erFX (feminino). Nesta última categoria, o Brasil busca um tricampeonato Olímpico inédito com Martine Grael e Kahena Kunze.


Individual geral feminino na ginástica artística 


Essa final em 1º de agosto tem tudo para ser um embate épico entre Simone Biles e Rebeca Andrade. As duas já foram protagonistas no Mundial de Ginástica Artística 2023, dividindo o pódio na maioria das provas. A norte-americana é favorita, mas a brasileira já mostrou que pode surpreender.


Final feminina do salto na ginástica artística 


Dois dias depois, em 3 de agosto, Rebeca e Simone novamente devem se encontrar em uma final de tirar o fôlego. No salto, a expectativa é que a norte-americana execute o Biles II, considerado o elemento mais difícil entre as mulheres. Mas a execução tem que ser perfeita, pois a brasileira é simplesmente a atual campeã Olímpica e mundial do aparelho.


Final masculina individual no tiro com arco 


Já no dia 4, os torcedores brasileiros podem comemorar um resultado inédito. Líder do ranking mundial do tiro com arco há quase um ano, Marcus Vinicius D’Almeida desponta como um dos cotados ao pódio na final masculina individual em Paris 2024. Caso tenha sucesso, será a primeira medalha Olímpica do país na modalidade.


Boxe feminino: luta pelo ouro na categoria 60kg 


Após conquistar a prata em Tóquio 2020 e o ouro nos Jogos Pan-Americanos 2023, Beatriz Ferreira segue entre as favoritas na categoria 60kg do boxe feminino. Com final programada para 6 de agosto, ela busca um inédito ouro para as mulheres brasileiras na modalidade.


Definição da disputa masculina nos 400m com barreiras 


Em 9 de agosto, deve acontecer uma das finais mais aguardadas do atletismo em Paris 2024: a disputa masculina dos 400m com barreiras. O brasileiro Alison dos Santos, já recuperado de lesão, é um dos favoritos ao pódio em um duelo que também deve envolver o norueguês Karsten Warholm, o norte-americano Rai Benjamin e Kyron McMaster, das Ilhas Virgens Britânicas

.

Final do vôlei de praia feminino  


Depois de ficar sem medalha em Tóquio 2020, o vôlei de praia do Brasil tem uma dupla favorita para as finais entre 9 e 10 de agosto. Ana Patrícia e Duda lideram o ranking mundial entre as mulheres e conquistaram o vice-campeonato mundial em 2023, colocando-se entre as principais cotadas ao ouro Olímpico.


Decisões do vôlei fecham Paris 2024 


Outra modalidade que busca a volta por cima no Brasil é o vôlei. Com Bernadinho de volta ao comando técnico da seleção masculina, o país espera disputar a final no dia 10 de agosto e conseguir mais uma medalha. No feminino, José Roberto Guimarães manteve a seleção entre as melhores do mundo e espera garantir o ouro no último dia dos Jogos Olímpicos, em 11 de agosto.


Texto: Olimpics.com

0 comentário
bottom of page